Cê acha mano!?

,

Pages

Subscribe:

Adicione ao G+

Busca Neste Site

26/07/2011

O nick é leviano, provisório, brincalhão.


Não é fácil a vida dos tradutores. A palavra inglesa nickname significa apelido, alcunha, mas sua forma abreviada que a internet consagrou, nick, não tem tradução. Nick é nick – e talvez um dia vire nique. Isso faz algum sentido?
Faz. Estamos diante de palavras que nomeiam duas realidades distintas.
O apelido, ou seja, o velho nickname analógico, costuma grudar no cidadão e acompanhá-lo por longos períodos, quando não pela vida toda. O nick é leviano, provisório, brincalhão.
Digamos que um sujeito chamado José Carlos tenha o apelido de Zeca e costume frequentar debates na blogosfera com o nick chuchukão90. Por mais que se afeiçoe à sua alcunha digital, nada impede Zeca de, no calor tipicamente cheio de insultos de alguma discussão online, entrar no mesmo debate com o nome de 18inches ou Hermione, para apoiar ou mesmo detonar os argumentos de sua identidade original.
Não tem problema nenhum, porque nenhum deles é o Zeca. São todos nicks.
Seja como for, é engraçado o mal-entendido que está na origem da palavra nickname. Ela surgiu no inglês arcaico como ekename, isto é, “extensão do nome, outro nome”. De acordo com o dicionário Merriam-Webster, foi no século 15 que um erro de divisão transformou an ekename ema nekename.
Pois é. Se o próprio nome nickname é, de certa forma, um nickname, toda a leviandade dos nicks está perdoada.
Texto do Sérgio Rodrigues, no Sobre Palavras <- clique e conheça outras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO!
Fale algo, mesmo que seja para xingar.
Seu cometário será postado em breve.
Menos de 24 horas, JURO!

 
Licença Creative Commons
Este trabalho de achamano, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em achamano.blogspot.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://achamano.blogspot.com.br/.